Veja Também

 

 
 
 
 
Notícias - Geral
 
Investimento: Governo investe R$ 1,5 mi para Corpo de Bombeiros e busca reestruturação para atividades

Postado em: 21/01/2016 19:37:00
Divulgação

O Governo do Estado irá investir R$ 1,5 mi na aquisição de fardamento e capacetes para o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso. O secretário de Segurança Pública, Fábio Galindo, assinou nesta quarta-feira (20), o processo de aquisição de coturnos tático, camisetas, gorros e uniformes completos para os militares. Ao todo serão adquiridos 1.122 conjuntos de uniformes, totalizando 4.488 peças, além de 500 capacetes modelo Gallet, de padrão europeu.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, a  aquisição faz parte do projeto de reestruturação das condições de trabalho dos militares, dando suporte para o desempenho das atividades.

Fábio Galindo ressaltou que o primeiro eixo da Secretaria de Estado de Segurança Pública, desde janeiro de 2015, é a reconstrução do sistema de segurança, que passa por reformas prediais, restabelecimento da capacidade do policial em ação, armamento adequado, munição e, sobretudo, fardamento.

"Os bombeiros têm que ter equipamentos necessários para desenvolver seu trabalho. O policial tem que ter uma farda digna, pois significa a dignidade pessoal e qualidade de identificação visual do cidadão", destacou o secretário.

O comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Júlio Cezar Rodrigues, destacou que o equipamento de proteção individual é fundamental para o trabalho de combate a incêndio e salvamento. "O equipamento adquirido possui certificação internacional que garante a sua eficiência nos trabalhos de combate a incêndio e no tratamento do quesito resistência no impacto e calor. A quantidade adquirida é suficiente para equipar 50% do efetivo que atua na área operacional", destacou o comandante.

Efetivo

Em 2015, após 10 anos, o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso conseguiu um aumento de 40% do seu efetivo. Foram convocados 447 novos soldados, sendo que 147 já compõe o quadro funcional da instituição desde junho do ano passado. Outros 302 estão em Curso de Formação e serão lotados nos quartéis da instituição a partir de maio de 2016.

O efetivo atual é de 1.364 profissionais, já somando a recente inclusão. A convocação dos 447 novos soldados é uma inclusão histórica na corporação. De 2004 a 2014, apenas 80 bombeiros entraram para o quadro funcional. 

Fonte: Olhar Direto