Veja Também

 

 
 
 
 
Notícias - Geral
 
PM Mirim: Pais elogiam projeto e destacam mudança no comportamento dos filhos

Postado em: 07/11/2017 09:18:00   Atualizado: 07/11/2017 09:21:14
Divulgação

Dedicação nos estudos, boas notas e mudança de comportamento são algumas das atitudes destacadas pelos pais das crianças que participam do projeto ‘PM Mirim’, desenvolvido por policiais da 6º Companhia Independente do 2º Comando Regional, em parceria com a Sociedade Organizada Amigos de Poconé (SOAP).

 

O pedreiro José Rodrigues dos Santos, pai de José Henrique Pereira Soares dos Santos, 7 anos, destaca que a criança em pouco tempo melhorou em tudo em casa. “Era uma criança agitada, sem controle e não gostava de estudar. Hoje é um menino com a mesma energia, porém mais calmo e as notas evoluíram. Agradeço de coração os policiais pela dedicação com meu filho e as outras crianças”.

 

A mesma opinião é da dona de casa Lucineide Aparecida de Abreu, mãe de Lairton de Abreu Mendes, 7 anos. Emocionada, conta a evolução no comportamento do filho em apenas dois meses participando do projeto. “Pude perceber o quanto o projeto tem ajudado meu filho. O melhor reflexo é no comportamento e no diálogo. Conversamos de tudo, ele tem se mostrado um menino inteligente e educado”.

 

 

Atualmente, cerca de 60 crianças da cidade de Poconé (a 93 km de Cuiabá) são atendidas no projeto. Os alunos permanecem no por um ano, prazo que pode ser estendido de acordo com a necessidade pessoal de cada um. A idade máxima de participação é 11 anos, para que outras crianças tenham a oportunidade de serem atendidas.

 

O coordenador do projeto, major Hender Ulisses da Silva, explica que os alunos são orientados com conteúdo de civismo, cidadania, prevenção às drogas, ensino religioso e higiene bucal. Outras atividades que também fazem parte do projeto são aulas de natação, defesa pessoal, consultas médicas e aulas de canto.

 

“A equipe busca despertar nas crianças o gosto pelas atividades oferecidas. Ele ainda conta que além das atividades esportivas, são desenvolvidas atividades com temas que contribuirão para a formação integral, como valores éticos e morais. A equipe também faz o acompanhamento do desempenho escolar dos alunos. “Os temas abordados previamente no projeto podem mudar de acordo com as necessidades que forem surgindo”, destaca major Hender.

 

As atividades são desenvolvidas na sede da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB), e a seleção dos alunos é feita pela diretoria das unidades escolares que indicam aqueles que vivem em condições de maior vulnerabilidade. Após a indicação, uma equipe vai até a residência do candidato para obter consentimento dos pais e familiares e pedir a colaboração e participação nas reuniões.

Fonte: Sesp-MT